PARQUE DE EQUIPAMENTOS


(covid-19) NOVO FORMULÁRIO DE AGENDAMENTO – CLIQUE AQUI

Divisão de Espectroscopias Óptica e Vibracional (DEOV)

Técnicos responsáveis: Renan, João e Edcarlos


Este equipamento permite a obtenção de espectros corrigidos de emissão e excitação de amostras sólidas e líquidas até 900 nm com velocidade de varredura de até 24000 nm/min sem deslocamento das bandas. Experimentos resolvidos no tempo com tempo de vida > 50 ms são possíveis. Processos de decaimento com tempo de “gate” > 1 ms também podem ser observados. 
Conta com os seguintes acessórios

  • Leitor de microplaca
  • Porta-amostra para amostras sólidas
  • Eclipse Fluoro Biomelt, que permite estudos de denaturação térmica de biomoléculas
  • Sistema de circulação de fluidos RIO 180 UL

Professores Responsáveis: Sergio Brochsztain

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento permite medidas de transmitância e absorbância de líquidos e sólidos, a partir dos espectros obtidos é possível quantificar e identificar constituintes, verificar concentrações de soluções, acompanhar etapas de processos de síntese, entre outros. 
Conta com os seguintes opcionais

  • Probe para medidas remotas Cary 50 Remote DRA com vídeo 
  • Acoplador de fibra óptica 
  • Suporte para amostras sólidas

Professor Responsável: Sergio Brochsztain

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Equipamento de XPS de marca ThermoFisher Scientific, modelo K-alpha+. O equipamento permite a análise de amostras sólidas, em pó ou densificadas, permitindo a identificação de elementos químicos (exceto He e H) e seus estados de oxidação em camadas superficiais. A penetração da radiação é da ordem de 10 nm. O equipamento conta com feixe de íons de argônio para compensação de carga e para experimentos de perfil de concentração dos elementos em função da espessura (depth profile). 

Professor responsável: Renato Antunes


Neste equipamento é possível a medição de espectros vibracionais ou de excitações eletrônicas ativas no infravermelho, entre 400 e 3000 cm-1, de amostras orgânicas e inorgânicas em fase sólida ou líquida, desde que livres de umidade. O sistema conta com os acessórios abaixo.-Sistema de micro-espectroscopia (microespectrômetro FT-IR 610) operando com micro-ATR (cristal de Ge) e também nos modos de transmissão e reflexão.  Com este sistema é possível obter espectros vibracionais de amostras com dimensões de até 5 mm2;-Refletância especular (Pike 30Spec);-Refletância difusa (Pike UpIR);-ATR (Pike MIRacle com cristal de ZnSe);-Prensa manual para confecção de pastilhas de KBr.Assim, são possíveis as metodologias de medição por transmissão, reflexão e ATR.

Professores Responsáveis: Herculano Martinho 

Maiores detalhes podem ser obtidos aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Neste equipamento é possível a medição de espectros vibracionais e/ou excitações eletrônicas ou magnéticas ativas em Raman, entre 5 e 3000  cm-1. O aparato experimental disponível é constituído por:

  • Espectrômetro Raman triplo T64000 (Horiba Jobin-Yvon) na configuração subtrativa com detector  CCD 1024×256 – OPEN-3LD/R  com resposta quântica de aproximadamente 40%, quase linear entre 200 – 1050 nm e refrigerado termoeletricamente; 
  • – Opcional microanálise (Horiba Jobin-Yvon) com opção confocal, objetivas de 10X, 50X e 100X, e estagio de mapeamento, com resolução de 5 nm, para micro-Raman; 
  • – Mesa óptica Optical Top 1200x2400x200 mm (TMC Corp.); 
  • – Lasers de Excitaçãoi) HeCd Modelo IK5652R-G ( KIMMON KOHA co., Ltd) operando em  325.0 nm (ultravioleta) e 441.6 nm (azul) com potências de 20 e 80 mW, respectivamente;ii) Laser Verdi G5 (Coherent Inc.) operando em 532 nm (verde) com potência máxima de 5 W; 
  • iii) Laser Ti:Sa modelo MPR PE (Coherent Inc.) operando entre 700 e 1020 nm (vermelho e infra-vermelho próximo). 
  • – Circuitos ÓpticosPara guiar a fonte de excitação laser a montagem experimental do usuário são disponíveis  de filtros, beamspliters, lentes e espelhos (fabricados pela empresa Qioptiq Photonics Gmbh & Co KG). 
  • – Criostato circuito fechado de Helio para ultra baixas vibrações modelo CS-204SF-DMX-20-OM que trabalha no intervalo de temperaturas entre 4.2 K e 350 K, sem a necessidade de emprego de líquidos criogênico como Helio e Nitrogênio.

Professor Responsável: Herculano Martinho 

Maiores detalhes podem ser obtidos aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento permite a realização de medidas de: 

  • Dicroismo Circular (CD) e Absorção no UV-Vis (padrão)
  • Emissão de fluorescência por varredura e CD detectado por fluorescência (FDCD)
  • Titulação automatizada em função da temperatura
  • Dicroismo linear (LD), dispersão óptica rotatória (ORD), e CD por refletância difusa/transmitância (DRCD/DTCD)
  • “Stopped-flow” CD, absorbancia e fluorescencia-  CD magnetico (MCD) 

Que são muito importantes para estudos de: 

  • Enovelamento e conformação de proteinas- Interações DNA/RNA
  • Cinética enzimática
  • Teste de pureza em substância opticamente ativas
  • Análise quantitativa de fármacos- Química verde
  • Bioquímica de macromoléculas 

Professores responsáveis: Wanius José Garcia da Silva

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este sistema permite obtenção de espectros Raman em amostras líquidas e sólidas sem a necessidade de preparo prévio.A utilização da técnica FT-Raman possui duas vantagens principais:

  • Permitir a utilização da radiação infravermelha em 1064 nm para a obtenção dos espectros, minimizando a emissão de fluorescência de amostras orgânicas tais como materiais poliméricos e organometálicos, complementando a infra-estrutura Raman atualmente disponível;
  • É uma técnica padronizada de fácil configuração (tal como FTIR)

Professor Responsável: Herculano Martinho

Mais informações podem ser obtidas aqui

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento é utilizado para se determinar três importantes características de partículas ou moléculas presentes em um meio líquido: o seu tamanho (RH), potencial zeta e massa molecular (MW).  O equipamento determina o raio hidrodinâmico (RH) de uma determinada partícula (de 0,6 nm até 6 micrometros) utilizando a técnica conhecida como espalhamento de luz dinâmico (DLS) e interpreta o resultado utilizando a equação de Stokes-Einstein.  Os valores de massa molecular são determinados utilizando-se a técnica de espalhamento de luz estático (SLS) onde a intensidade de luz espalhada é medida para várias concentrações a um determinado ângulo. O potencial zeta é medido utilizando a técnica conhecida como espalhamento de luz eletroforético (ELS) onde mede-se a velocidade de uma partícula movimentando-se em um determinado líquido quando um campo elétrico é aplicado. O valor da velocidade é convertido para o valor do potencial zeta da partícula. Os valores de potencial zeta são indicativos da estabilidade de sistemas coloidais.

Professores Responsáveis: Fernando Giacomelli e Daniele Araújo

Maiores detalhes podem ser obtidos aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Divisão de Estrutura e Morfologia (DEM)

Técnicos responsáveis: Leonardo, Fabiano e Edcarlos


Difratômetro de raios X por policristais, marca Stoe, modelo STADI-P, operando no modo de transmissão, com radiação monocromática (molibdênio), dispondo de um forno para medidas in situ até 1500 e aquisições feitas com um detector linear Mythen 1K. 

Professor Responsável: Fábio Furlan

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento possui a mesma plataforma do sistema D8, com as características adicionais:
– Espelho Göbel de Terceira geração, provê a maior densidade de fluxo de raios-X, essencial à todas as aplicações em filmes finos; 
– Óptica de alta performance, intercambiável, permitindo otimizar a resolução para cada aplicação e amostra; 
– Estágios e porta-amostras Eulerianos que permitem grande versatilidade para estudos de difração de Raios-X por monocristais, stress residual, textura, e micro-difração; 
– Ultra GID para camadas nanométricas;
-Detector VANTEC-1 para mapeamento do espaço reciproco; 
– Varredura em temperatura no intervalo entre 80 K e 1800 K; 
-Opcionais para SAXS, refletometria e orientação preferencial. 

Professores Responsáveis:  Roosevelt Droppa e José Fernando Queiruga Rey

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento é um difratômetro de raios X por policristais. Realiza a medição do padrão de difração de pó por Raios-X na geometria q/2q no intervalo -110º < 2q < 168º. O menor incremento possível é 0.0001º .  A radiação utilizada é a linha Ka  do Cobre (filtro de Niquel). As tensões e correntes máximas (mais usuais) são 40 kV e 40 mA, respectivamente. O sistema conta com fendas Soller primária e secundária de 2.5º,  de divergência, e de antiespalhamento. O detector utilizado é o silicon strip linear LynxEye 1D que adquire um padrão de difração em 1/200 do tempo requerido usando um detector pontual convencional com a mesma qualidade.
Possui trocador automático para até 9 amostras.

Professores responsáveis: Fabio Furlan

Mais detalhes sobre este equipamento aqui


A ressonância magnética nuclear (RMN) é uma técnica multifacetada cujas áreas de atuação compreendem espectroscopia de RMN de alta resolução de estado líquido e estado sólido, imageamento por ressonância magnética (IRM), relaxometria e difusometria. Embora esses métodos sejam diferentes em muitos aspectos, eles compartilham do mesmo princípio: um conjunto de núcleos de átomos com propriedades magnéticas (spin nuclear) é distribuído em vários níveis de energia definidos pela orientação de seus momentos magnéticos com relação a um campo magnético externo. Após atingir o equilíbrio térmico, os núcleos são irradiados por um segundo campo de radiofrequência que dá coerência ao movimento dos spins, formando uma magnetização total transversal ao campo magnético. Os núcleos em coerência, ou , em estado excitado, devolvem o excesso de energia em diferentes velocidades e caminhos (perda de coerência), efeito de relaxação. A relaxação depende da massa molecular, forma, polaridade entre outras características da substância ou material analisado. 
Dentre as aplicações destacam-se: elucidação estrutural, dinâmica molecular e análise de misturas. 
Experimentos de RMN de alta resolução de líquidos:

  • Experimentos 1D:PROTON, CARBONO, APT, DEPT, NOE-DIFF, TOCSY-1D, DECOUPLING-1H, RELAXAÇAO T1 E T2, OUTROS NUCLEOS;
  • Experimentos 2D:COSY, HMQC, HSQC, HSQC-EDIT, HMBC, NOESY, ROESY, TOCSY, HSCQ-TOCSY, EXSY, INADEQUATE.

Experimentos de RMN de alta resolução de sólidos:

  • Experimentos 1D:SP-MAS, CP-MAS, echo de Hahn, CPMG, echo de spin, REDOR;
  • Experimentos 2D:MQMAS, HETCOR, INADEQUATE. 

Professores Responsáveis: Thiago Branquinho, Roberto Serra e Álvaro Takeo Omori

Maiores informações aqui

Informações prévias sobre o uso do equipamento:

Material de leitura introdutória (Basic Practical NMR Concepts – Dr. Daniel Holmes and Dr. Vera V. Mainz):

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL

Vídeos:

Troca da sonda de estado sólido para líquido – Prof. Thiago Branquinho de Queiroz

Este equipamento permite obter imagens com resolução na escala atômica de sólidos, fluídos e matéria-mole. Medições de forças bem como nanolitografia e experimentos eletroquímicos nesta escala são também possíveis em ambiente com temperatura, pressão e atmosfera controlados. Possui: 

  • Estágio de varredura de modo AC, com analisador “lock in” triplo para modos AAC e MAC 
  • Estágio de varredura multifunção com laser 670 nm 
  • Estágio de varredura STM 
  • Módulo Picotrec 
  • Controlador de temperatura com precisão de 0.1 K 
  • Software para litografia e nanomanipulação 
  • Porta-amostra com ambiente controlado 

Professor Responsável: Jean Jacques Bonvent e Lucas Barreto

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este microscópio eletrônico de varredura permite aumentos de até 300 mil vezes podendo trabalhar com ambiente de baixo vácuo, sendo possível também fazer imagens de amostras biológicas e poliméricas com a mínima preparação das amostras. A resolução máxima é de  4.0 nanometros (5.0 nanometros em modo de baixo vácuo). Este equipamento também possui um módulo de microanálise química  (EDX) que permite caracterizar os elementos presentes nas amostras, além das morfologias em grandes aumentos, o que não é possível com microscópios  óticos convencionais. 

Professor Responsável: Sydney Ferreira Santos, Alexandre Lanfredi e Alejandro Zuniga 

Manual de instruções pode ser obtido aqui.
Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento é um microscópio eletrônico de varredura por emissão de campo (FESEM) de ultra alto vácuo para imageamento de alta resolução e alta qualidade de nano e micro-estruturas. É possível obter aumentos da ordem de 650 mil vezes e resolução de 1.0 nanometro. Possui um espectrômetro de Raios -X dispersivo em energia (EDS) que permite a obter a composição elementar das amostras em estudo.

Professor Responsável: Sydney Ferreira Santos, Alexandre Lanfredi e Alejandro Zuniga

Manual de instruções pode ser obtido aqui
Maiores informações podem ser obtidas aqui.

REGRAS

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O microscópio eletroquímico de varredura – SECM (Scanning Electrochemical Microscopy) é um sistema que permite obter uma visualização local da atividade eletroquímica da superfície de uma amostra, e também na determinação de parâmetros cinéticos. Nesta técnica a atividade eletroquímica é medida por intermédio do fluxo de corrente que por sua vez está diretamente relacionada com a velocidade das reações de oxi-redução. Para monitorizar o fluxo de corrente local é adicionado um microeletrodo. As aplicações estendem-se a problemas eletroquímicos clássicos, tais como a investigação de reações de corrosão localizada e eletrocatalítica em células a combustível, sensores de superfícies e biossensores. Processos que ocorrem na superfície de líquidos e interfaces líquido-líquido também podem ser estudados.O SECM localizado na CEM/UFABC é da empresa Sensolytics GmbH Bochum, Alemanha, contendo a seguinte configuração:- um sistema de controle de posicionamento espacial x-y-z;- uma célula eletroquímica com microeletrodos de Pt com diâmetros de 25 µm ou 10 µm;- um eletrodo de referência Ag|AgCl|KCl;- um elétrodo auxiliar de platina.O SECM opera obrigatoriamente em conjunto com um potenciostato/galvanostato que controla o potencial do microeletrodo. 

Professor Responsável: Wendel Alves

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Divisão de Propriedades Magnéticas e Criogenia (DPMC)

Técnicos responsáveis: Renan e Leonardo


A técnica de ressonância eletrônica de spin (ESR) ou ressonância paramagnética eletrônica (EPR) é uma técnica espectroscópica que detecta espécies que possuem elétrons desemparelhados. Um grande número de materiais se incluem nesta classe, tais como radicais livres, muitos íons de metais de transição, defeitos em materiais, bem como vários processos tais como fotosíntese, oxidação, catalise e reações de polimerização. O sistema da CEM possui goniômetro programável para um eixo cmo resolução de 1/8 grau e sistema de varredura de temperatura com Nitrogênio Líquido (77K a 500 K). 

Professora Responsável: Giselle Cerchiaro 

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento executa a liquefação do gás nitrogênio obtido do ar. O nitrogênio líquido obtido é um importante insumo para diversas atividades e equipamentos tanto de pesquisa como ensino que a CEM-SA fornece aos labs. da Universidade. O equipamento reune as seguintes características:-Compressor ar parafuso, gerador de Nitrogênio gás P.S.A, sistema de refrigeração tipo chiller;-Reservatório de 300 litros para nitrogênio líquido;-Produz 10 l/h à uma pureza de 99% em condições oeracionais normais. O reservatório trabalha com uma pressão entre 0,3 e3 bar.Enquando para um pressão de 3 bar produz 14 L/h à uma pureza de 98%. 

Professor Responsável: Herculano Martinho

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento constitui-se por diversos módulos capazes de efetivar medições de propriedades elétricas, de transporte, magnéticas e térmicas que são essenciais na caracterização de novos materiais e dispositivos. São possíveis medições de:-Susceptibilidade magnética AC e DC  em função da temperatura entre 0.3 K < T < 1000 K e sob a presença de campos magnéticos de até 9 Tesla.-Resistividade AC e DC, efeito Hall.-Calor específico e efeito Seeback, em função da temperatura entre 0.3 K < T < 400 K e também sob campos magnéticos de até 9 Tesla.

Professora Responsável: Carlos Rettori, Leticie Ferreira e José Antônio Souza

Maiores detalhes podem ser obtidos aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Equipamento otimizado para medir momentos magnéticos extremamente baixos (até 10<sup>-8<sup> emu), em baixas temperaturas (1.8 K a 400 K) e sob campo magnético DC até 7 Tesla. Esta nova geração MPMS3 da Quantum Design combina a sensibilidade do detector SQUID com a velocidade de aquisição de dados de um VSM. Pode fazer varreduras de temperatura a até 30 K/min, e varreduras de campo magnético a até 700 Oe/s.

Professores Responsáveis: Marcos Ávila e Márcia Escote 

Maiores informações sobre o equipamento podem ser obtidas, clique aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento permite a caracterização das propriedades magnéticas DC de materiais como função do campo magnético e do tempo. O modelo disponível na CEM é capaz de aplicar Valores de campo magnético da ordem de 23 kOe, e possibilita a medida de filmes finos, amostras policristalinas e monocristalinas (bulk ou pó) e na forma líquida. 

Professora Responsável: Márcia Escote 

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Divisão de Propriedades Térmicas (DT)

Técnicos responsáveis: Ana Paula, Vanessa e Fabiano


A técnica de analise dinâmica mecânica (DMA) é empregada para mediar as propriedades mecânicas de materiais. O DMA difere de outros testes mecânicos por permitir medições da componente viscosa ou inelastica, responsável pela resistência ao impacto, trabalhando no regime viscoelastico linear, sendo mais sensível à estrutura. 
A operação do sistema disponível na CEM ocorre na faixa de temperaturas entre -150 e 650 °C,  com sensibilidade mínima de 0.0001 Newtons. 

Professor Responsável: Demetrio dos Santos e Danilo Carastan

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


A análise termogravimétrica (TGA) mede as mudanças na massa de um material em função da temperatura ou tempo, sobre atmosfera controlada. O sistema instalado na CEM opera opera da temperatura ambiente até 900°C. Seus principais usos incluem medições da estabilidade térmica e composição dos materiais. Este equipamento é fortemente indicado para análises de polímeros. 

Professora Responsável: Márcia Spinace 

Maiores informações sobre o equipamento podem ser obtidas aqui.

Para orientações à respeito dos cuidados relativos à medição, clique aqui

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Calorímetros diferenciais de varredura (DSC) medem a temperatura e o fluxo de calor associados à transiçõestérmicas em materiais. Os usos mais comuns incluem investigação, seleção, comparação e avaliação de performance de materiais. Podem ser medidas propriedades como transições vítreas, cristalização, fusão, cinética de cura, estabilidade oxidativa, bem como outras transições de fase. O sistema disponível na CEM opera na faixa de temperatura de -90 a 350 °C para isotermas e -90 a 400 °C para rampas. Este equipamento é fortemente indicado para análises de polímeros. 

Professora Responsável: Márcia Spinace

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

Para orientações à respeito dos cuidados relativos à medição, clique aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


A Dilatometria é o método adequado para medições de mudanças dimensionais altamente precisas em sólidos submetidos a um programa controlado de temperatura (aquecimento / resfriamento), com esforço/pressão desprezível na amostra (p. ex. ASTM E831, ASTM D696, DIN 51045)O dilatômetro DIL 402 PC é um instrumento universal, aplicável para os estudos de rotina de amostras de cerâmica e vidro. Este dilatômetro atende todos os requisitos e normas em matéria de resolução, calibração e precisão.O dilatômetro DIL 402 PC combina fácil operação, alta capacidade de adaptação para diferentes aplicações e excelente desempenho em um único instrumento. A concepção optimizada do sistema de medição com o transdutor indutivo oferece um elevado grau de reprodutibilidade, mesmo sem um chiller externo.O design horizontal torna fácil o movimento do forno e a montagem de amostras. Um termopar na proximidade da amostra produz medições de temperatura muito precisas. Isso também permite a utilização do Software c-DTA® para o cálculo dos efeitos endotérmicos e exotérmicos na amostra, bem como a determinação de todos os valores característicos de expansão.Taxas de aquecimento e resfriamento: entre 5 e 15 /min. 
Temperatura máxima de operação: 1550 CFluxo: N2 

Professor Responsável: Daniel Zanetti Flório 
Manual

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Este equipamento é um analisador térmico do tipo TGA, capaz de realizar medidas simultâneas de TGA/DSC e TGA/DTA. É possível realizar medidas desde a temperatura ambiente até 1600 °C, sendo mais indicado para compostos inorgânicos, como metais e cerâmicas. Podem ser utilizadas taxas de aquecimento desde 0,01 °C/min até 100 °C/min. A precisão do TG é de 0.02 μg e do DSC é de 0.4 μW, dependendo da configuração utilizada. 

Professor Responsável: Daniel Florio 

Maiores informações

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Divisão de Técnicas de Química Analítica (DQA)

Técnicos responsáveis: Vanessa, Ana Paula e João


Também conhecido como CNHS, o equipamento instalado na CEM é utilizados para determinar a composição de amostras sólidas, em termos de porcentagem. A análise de carbono, nitrogênio, hidrogênio e enxofre é realizada por meio da separação dos gases formados (cromatografia gasosa) após a combustão das amostras e são analisados sob a forma de CO2, N2, H2O, H2SO3, respectivamente. Estes gases são arrastados pelo gás hélio através de uma coluna e são detectados por condutividade térmica, enquanto que os resíduos permanecem sob a forma de cinzas. 

Professor Responsável: André Sarto Polo

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O cromatógrafo gasoso acoplado ao espectrômetro de massas permite efetuar separação, quantificação e identificação de compostos orgânicos com relativamente baixo peso molecular (até 1000 Daltons), detectando ions positivos ou negativos. Possui as seguintes características:

  • Analisador do tipo “Ion Trap”- Possibilidade de três modos de ionização (interna, externa e híbrida),
  • Troca de tipo de ionização (química ou por impacto de elétrons) automatizada.
  • Permite modo MS/MS.
  • Auto amostrador (modelo CP-8400 ) de até 100 amostras.

Professores responsáveis: Alvaro Takeo Omori (temporário)

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Sistema de cromatografia líquida de alto desempenho semi-preparativo HPLC Prep LC 4000 (detetor UV-VIS waters 2489). Este equipamento realiza separações em escala semi-preparativa. 

Professor responsável: Wendel Alves

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


A técnica de cromatografia líquida de ultra performance é uma categoria de separação analítica recentemente desenvolvida cuja sensitividade é até 3 vezes superior à cromatofrafia líquida de alto desempenho (para maiores detalhes clique aqui). É uma técnica essencial para estudos de metabolômica, farmacologia, ciência forense, dentre outros. O sistema disponível na CEM está acoplado a um espectrômetro de massa com analisador de tempo de voo (Waters Q-tof) e conta com sistema de cromatografia líquida de alto desempenho preparativa HPLC Prep LC 4000 (detetor UV-VIS waters 2489). 

Professores Responsáveis:
Dr. César Augusto João Ribeiro (cesar.ribeiro@ufabc.edu.br ).
Dr. Célio Fernando Figueiredo Angolini (celio.fernando@ufabc.edu.br).

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O FAAS fornece um meio sensível para determinar cerca de 60 a 70 elementos. Nesta técnica a amostra é aspirada por um nebulizador e convertida em um aerossol que atingirá a chama, que normalmente é uma mistura de C2H2/ar ou C2H2/N2O, onde ocorre o processo de vaporização e atomização dos elementos. 
O HR CS FAAS (espectrômetro de absorção atômica com chama – fonte continua e alta resolução) apresenta várias vantagens quando comparado ao espectrômetro de absorção atômica com fonte de linha, como, uso de uma única fonte de radiação para todos os elementos, analise multielementar, região espectral na vizinhança da linha analítica visível, correção simultânea de fundo, melhora na razão sinal/ruído (S/N) e no limite de detecção (LOD) por fatores de três a dez vezes, pois a intensidade da fonte de radiação é uma a três ordens de magnitude maior que em fonte de linha para AAS convencional. 

Professor Reponsável: Ivanise Gauber 

Maiores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


A GF AAS emprega pequeno volume de amostra (0,5 a 10µL). A amostra é transportada completamente até o atomizador, forno de grafite, e permanece por mais tempo no caminho ótico, resultando, portanto em maior sensibilidade. Quando se pretende desenvolver um método para analise em GF AAS é necessário otimizar o programa de aquecimento no qual as etapas de pirólise e atomização serão controladas. Este programa deve ser capaz de evaporar o solvente bem como eliminar a matriz e possíveis interferentes, antes que ocorra a atomização do analito. 

Professora Responsável: Ivanise Gauber 

Mariores informações podem ser obtidas aqui.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O ICP-OES é uma técnica analítica multielementar que quantifica elementos (metais, semimetais e terras raras) de amostras líquidas.Baseia-se na detecção da radiação eletromagnética (em comprimentos de onda na faixa nas regiões do espectro visível e ultravioleta) emitida por átomos ou íons excitados por meio do plasma indutivo de argônio que chega a 10.000°K. Esta energia é suficiente para promover a excitação da maioria dos elementos químicos existentes, possibilitando a quantificação de uma ampla faixa de analitos. 
A amostra é introduzida sob forma de neblina no centro do plasma. Os átomos excitados emitem radiação característica dos elementos presentes na amostra sendo assim possível quantificá-los. 

Professora Responsável: Ivanise Gaubeur

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O banho de órgãos isolados – BOI (marca AVS Projetos) é sistema completo para aquisição de sinais de contração muscular. Além do banho de órgãos para montagem dos tecidos e manutenção de condições experimentais controladas, o sistema também conta com estimulador elétrico, amplificador, computador, monitor de 19 polegadas e softwares de aquisição e análise dos dados.

O BOI da AVS Projetos consiste em um sistema completo para registro e análise de 4 estudos simultâneos em tecidos ou órgãos isolados, montados em cubas de vidro com dupla camisa para aquecimento, com capacidade de 10 mL. Tradicionalmente, o BOI é utilizado para investigar in vitro a fisiologia e o efeito de drogas e/ ou substâncias químicas em preparações de tecidos ou órgãos isolados. Os tecidos perfundidos podem ser mantidos viáveis por várias horas, uma vez que o sistema possui controle de temperatura, válvulas mecânicas para controle de entrada e saída de meio nutriente e sistema de aeração independente em cada cuba. Usualmente, os tecidos são preparados em Placas de Petri contendo a solução nutriente (tampão de Krebs, por exemplo) e, posteriormente, as extremidades do tecido são montadas entre a haste plástica com um gancho existente dentro de cada cuba e o transdutor isométrico, utilizando fio de seda/ linha. Os experimentos característicos realizados em um BOI envolvem tanto a adição de drogas ao banho de órgãos ou a direta estimulação do tecido, seguida de registro das alterações encontradas. O órgão ou tecido responde através de eventos de contração ou relaxamento e um tradutor isométrico é utilizado para avaliar a força gerada. Os softwares de Aquisição (AQCAD) e de Análise (ANCAD) gravam e analisam os dados, respectivamente. A partir deste sistema pode-se estudar musculatura lisa, esquelética e cardíaca.

Professora Responsável: Dra. Cristina Ribas Fürstenau (c.furstenau@ufabc.edu.br).

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO DE EMERGENCIAL


O ICP-MS é um equipamento para determinação multi-elementar. Possui melhores limites de detecção quando comprado aos seguintes outros equipamentos (GF AAS, F AAS e ICP OES). Além de determinar concentrações elementares em uma ampla faixa de linearidade, sequencial e rápida, o ICP-MS realiza a determinação pela razão massa/carga, eliminando uma gama de interferentes e realizando medidas de razões isotópicas, impressão digital” do elemento químico. Possui amplas aplicações em ciências biológicas, química, ciências dos alimentos, nanotecnologia, entre outras. Uma vez que o ICP-MS é acoplado a um HPLC, essas aplicações se tornam ainda maiores.

Professores Responsáveis: Bruno Lemos e Heloisa Maltez

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Divisão de Bioimageamento (DBI)

Técnicos responsáveis: Adrian e Tanil


ATENÇÃO: Equipamento em fase de aquisição, estará disponível ao público em breve

Analisador de fotossíntese LI-6800F-2 (FAPESP EMU: 2021/09240-0)

Horários de funcionamento: 2a. 3a, 4a, 5a e 6a-feiras, das 9:00 às 17:00 hs.
Localização: Alameda da Universidade s/n, São Bernardo do Campo, Bloco Delta, Universidade Federal do ABC – campus de São Bernardo do Campo (CEM, tel: 11-2320-6176)

Descrição: O Analisador de fotossíntese LI-6800F-2 é um equipamento portátil, utilizado para avaliar as trocas gasosas em tempo real em plantas vivas. O equipamento fornece informações sobre a fotossíntese líquida, concentração de CO2 intracelular, transpiração, condutância estomática, fluorescência da clorofila, entre outros descritores do estado fisiológico das plantas em geral.

CLIQUE AQUI PARA VER O PLANO DE GESTÃO DESTE EQUIPAMENTO

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O Criostato Leica CM 1860 trata-se de um equipamento para obtenção de cortes histológicos realizados em um ambiente que pode alcançar até -35 °C. Ele é o assistente perfeito para um seccionamento rápido, seguro e de alta qualidade. Este criostato de alto rendimento oferece segurança no diagnóstico por produzir de forma confiável secções de diferentes tipos de tecidos biológicos, sejam eles duros ou moles. Os recursos do exclusivo porta-lâminas de alta qualidade e o benefício ergonômico com proteção designada para dedos, ejetor de lâmina e um descanso de mão para usuários da técnica de escova aumentam a segurança e conforto durante o seccionamento. 

Professora Responsável: Marcela Echeverry

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


Além dos equipamentos de médio e grande porte, a CEM conta com infra-estrutura mínima para suporte as medições, preparo e armazenamento de amostras, tais como: 

  • Duas balanças analíticas de precisão;
  • Uma balança semi-analítica;- Dois agitadores magnéticos com aquecimento;
  • Um pHmetro de bancada;
  • Uma estufa de secagem;
  • Um bidestilador;
  • Duas capelas de exaustão;
  • Uma capela de fluxo laminar;
  • Um refrigerador;
  • Um dessecador de bancada;
  • Diversas vidrarias e consumíveis para auxiliar as atividades desenvolvidas.


O equipamento de fluxo laminar tem por função fornecer uma área de  trabalho limpa ISO 5 (Classe 100) e manter assim durante o período de seu funcionamento. Isto é obtido com um fluxo de ar filtrado unidirecional vertical e com uma velocidade compreendida entre 0.32 e 0.53 m/s 

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O Fododocumentador In Vivo Bruker F Pro, trata-se de um equipamento de aquisição de imagens de fluorescência, epifluorescência, luminescência com diversas aplicações para pesquisa de imagem qualitativa e/ou quantitativa. As amostras podem variar desde pesquisas In vitro em técnicas como Western blotting, Géis de eletroforese, identificação e contagem de células marcadas, etc; ou pesquisas In vivo através da marcação de metabólitos, fármacos ou outras substâncias em camundongos. O aparelho possui filtros de fluorescência de vários comprimentos de onda de emissão (410 nm – 760 nm) e excitação (440nm à 850nm). 

Professor Responsável: Nasser Daghastanli

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O Microscópio Eletrônico de Varredura FEI Quanta 250 trata-se de um microscópio ambiental de alta resolução capaz de fazer imageamentos em alto vácuo, sob pressão variável e modo ambiental, possibilitando a obtenção de imagens de diversos tipos espécimes mesmo sem recobrimento. Com isso, abre-se o leque de utilização para amostras não condutoras e mesmo as que precisam ser trabalhadas em ambiente úmido, garantindo ótima qualidade nas imagens. Este equipamento possui resolução de 1,5 nm, alto rendimento em campo térmico de emissão (> 100nA corrente do feixe), sensibilidade elevada (18 mm), além da presença dos detectores de backscattering (BSE) e o exclusivo modo “Beam Deccelerating”. 

Professore responsável: Juliana Daguano, Sônia Malmonge, Hana Masuda

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O Microscópio de Fluorescência Zeiss Axio Imager 2 trata-se de um microscópio que tem gerenciadores de contraste e de luz garante condições definidas e resultados reproduzíveis. O equipamento pode detectar automaticamente e configurar as objetivas e conjuntos de filtros. O microscópio permite visualizar detalhes da sua amostra – de seções de tecido biológicos, permitindo a obtenção de imagens de patologias, amostras cerebrais em neurociência, e técnicas de genética com FISH, dentre outras possibilidades. O microscópio foi projetado como a sua plataforma para uma boa quantidade de aplicações em biologia celular, neurociência e genética molecular. A torre refletora motorizada acomoda seis ou dez módulos de filtro Push&Click (empurra e clica). As imagens fluorescentes possuem excelente sensibilidade e resolução, permitindo tempos de exposição até 50% menores, preservando assim sua amostra.

Professores Responsáveis: Christiane Lombello, Arnaldo Santos, Silvia Takada

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O Micrótomo Leica RM 2255 trata-se de um micrótomo rotatório mecanizado totalmente motorizado, com um painel de controle separado para criar finos cortes de amostras de dureza variável para uso de rotina em laboratórios de pesquisa nos campos de biologia, medicina e indústria, que necessitem do preparo via corte histológico. Destina-se ao corte de amostras, sejam elas de tecidos duros ou moles, incluídas em parafina, desde que elas sejam adequadas ao corte manual ou automático. 

Professora Responsável: Marcela Echeverry

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O Secador de Ponto Crítico Leica EM CPD300 é um equipamento auxiliar de preparo de amostras para o Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV). Este equipamento é capaz de realizar a secagem de amostras através da utilização de CO2 como um fluido supercrítico, conservando a estrutura molecular e a integridade de amostras biológicas. Para utilizar suas amostras em MEV, a CEM dispõe de um equipamento de metalização Sputtering Leica EM ACE200. 

Professores Responsáveis: Christiane Lombello, Arnaldo Santos

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL


O sistema de purificação Milli-Q® Direct 8 fornece uma combinação única no oferecimento de água purificada e tecnologias de monitoramento, atendendo as expectativas dos laboratórios mais exigentes quanto à qualidade da água produzida. O sistema permite à coleta de água de osmose reversa (tipo I), suprindo as necessidades atendidas pela tradicional água proveniente de destilação, e água ultrapura Milli-Q®, utilizada nos mais precisos métodos de análise instrumental e biologia molecular. 
Para atender este nível de exigência, este equipamento dispõe de duas lâmpadas UV especiais capazes de degradar moléculas orgânicas por foto-oxidação, removendo os contaminantes orgânicos e iônicos restantes por meio do cartucho especial de polimento Quantum®. A utilização do cartucho Bio-Pak®, por fim, garante que a água possua as características mais precisas de condutividade e TOC no momento de sua dispensação, tornando-a livre de DNAses, RNAses e pirogênios ao nível de traços.

SOLICITAÇÃO DE TREINAMENTO EMERGENCIAL